quinta-feira, 14 de agosto de 2014

“Passou pela minha cabeça voltar, mas o vento balançou os meus cabelos e mostrou que o caminho é para frente, reto e sem curvas.” ________________________ Caio F. Abreu.

Realmente, hoje ventou muito.

Adoro  o vento!

Bela noite!
O vento soprou forte a manhã toda, envergou o coqueiro do prédio ao lado, sacudiu as janelas, derrubou o varal da vizinha. Tudo balançava e o céu permanecia azul. Vento, leva para longe as minhas angústias, pois eu quero renascer com mais força e ternura.


Denise Portes- Apaptado