quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Sua Graça me basta, Luz da minha fé!!

Encerrando minhas atividades!!

Só quero agradecer,
 agradecer a Deus por tudo!!
“Ela olha, com seu olhar meigo, um sopro de vida no sorriso. Constitui em si a própria definição de felicidade. Viver é sua meta, assim como a rosa cresce sob a sombra e água. Sua face é irrigada pela sede do desejo, pela inquietude do silêncio e pelo ódio ao não-amor. Seus passos são irrigados por sonhos que nascem em céu azul e límpido. Tem intensidade em suas mãos e destreza em seus lábios. No fulgor do medo, a segurança da amizade verdadeira. Faz do riso, o filtro dos caminhos escuros. Dos dias, sua própria história vai sendo contada sempre com um final feliz.”

[Excerto sobre uma flor de lábios meigos; Matheus Dalecio]